Mulheres de negócios, mulheres bem sucedidas nos negócios, manuais e técnicas que ensinam mulheres a “agir como homens” para serem bem sucedidas nos negócios. Precisamos conversar sobre os prejuízos disso.

Se mais mulheres estão se movendo em posições de poder, mas estão operando na mentalidade patriarcal, então não há progresso. Essas mulheres estão apenas somando-se às ilusões e à confusão sobre o que o poder e a igualdade realmente significam.

Nota sobre a mentalidade patriarcal

A mentalidade patriarcal não é específica de um gênero. É um paradigma que pode corromper qualquer pessoa, de qualquer idade, de qualquer cultura. Refiro-me à mentalidade patriarcal como a paixão pela autoridade, pelo ego, um complexo de violência, excessos, voracidade, consciência isolada e egoísta, insensibilidade e perda de contato com uma identidade mais profunda. Manifesta-se nas relações de domínio-submissão e dependência.

O cérebro patriarcal apela à competição. Enquanto que o feminino apela à cooperação. A mente patriarcal é rígida, isolada, autoritária e normativa. Busca resultados e ganhos em curto prazo. Ganhos do ponto de vista competitivo, materialista e consumista, não em relação ao bem estar profundo, desenvolvimento pessoal ou convívio com o meio.

Se mais mulheres estão se movendo em posições do chamado poder, mas estão operando na mentalidade patriarcal, então não há progresso.

Entendendo o tal Divino Feminino

Ser Divino Feminino não é apenas estar em um círculo de dança da deusa Kali , ou sendo super orgásmica. (Porque você pode fazer ou ser todas essas coisas e permanecer fora de equilíbrio.) Divino Feminino com certeza não é sobre ser a primeira mulher presidente ou CEO de qualquer coisa. A classificação elevada em um sistema quebrado não significa necessariamente que você seja uma heroína do feminismo.

 

O “divino” no Feminino Divino é sobre a totalidade. É onde o Grande Pai e a Grande Mãe se fundem. E essa união divina se expressa através de um veículo de energia feminina, sustentando e enfatizando as qualidades centrais do feminino.

 

Primeiro, a integração do masculino e do feminino deve acontecer, para que o Divino Feminino venha tomar forma. E então, essa totalidade se expressará de maneira predominantemente feminina. Feminino + união masculina se comunica na linguagem de “feminino”. (Ou … se você se identificar com um sujeito dedicado à totalidade, então é feminino + união masculina sendo comunicada na linguagem de “masculino”.) Duas ideias se fundem, e então elas se expressam de maneira específica.

O Divino Feminino é o guerreiro e o curador … em um pacote feminino. O Divino Feminino é justiça e misericórdia … realizado com graça. É a economia e as artes… que alimenta toda a comunidade.

Como seres multifacetados e espiritualmente incorporados, cada um tem uma constituição psicológica e emocional complexa que produz a própria saúde interior e a realidade externa. Cada um de nós, homens e mulheres, carrega dentro de nossa psique as energias do arquétipo feminino e do masculino. A partir desses arquétipos, nossos pensamentos, planos, desejos e objetivos são conscientes.

Essas energias do arquétipo se entrelaçam e cooperam para produzir uma expressão e experiência única da vida. A sexualidade é apenas uma expressão em que esta confluência de energias se manifesta claramente. Uma pessoa feminina não significa que apenas a energia feminina esteja presente. Além disso, o sexo de uma pessoa (cromossomos) e as energias arquetípicas presentes na psique não dependem um do outro.

Desenvolver uma relação harmoniosa de “interior” masculino e feminino é o desafio evolutivo da humanidade e um processo de avanço espiritual. É através da integração e harmonização do interior masculino e feminino que alcançamos uma consciência holística maior, integrada. Para os homens: é vantajoso contemplar e integrar as qualidades de arquétipo “feminino” listadas aqui em seu feminino interior – ou “anima”.

Ao desenvolver aspectos saudáveis ​​e integrados do divino masculino e feminino dentro da psique, o progresso real pode ser feito na reconciliação de gênero e no estabelecimento de uma sociedade igualitária.

A nudez, a ferocidade, a sexualidade maciça e a riqueza ostentada não são necessariamente marcas de uma mulher empoderada, tampouco de uma mulher feminina. Mas às vezes, essas são exatamente as características de seu empoderamento. Depende da intenção da mulher.

Ame seu rosto e seu corpo do jeito que é.  Você pode ter um império sem comodizar seu corpo, você é mais do que apenas hipersexualidade. Balance o seu quadril com certeza, é parte do seu poder e é parte do pacote inteiro – mas você é as opiniões e as ideias que você traz à mesa. Você é o amor e a energia que preenche a sala quando você entra. Você é a força do feminino, que é tudo sobre inclusão – e discernimento.

Como disse a feminista Germaine Greer: “O oposto da paternidade não é maternidade, é fraternidade”.

Completamente. Sem essa reunião interna, essa criação de AMOR dentro de nós, estamos apenas a jogar um jogo de gênero. O Divino Feminino não é um rótulo de senhora que você vê com seus olhos – é uma maneira de ser que só pode ser visto com a inteligência do coração.

Se penso em liderança, não estou interessada em gênero de ninguém.

Nós criamos – juntos.
Nós crescemos – juntos.
Nós evoluímos – juntos.


Coletivamente, precisamos fazer um  trabalho melhor para reconhecer, respeitar e celebrar o Divino Feminino.
Muito obrigado por estar aqui, comentar e compartilhar.
Sua luz é um presente para esta comunidade e para o mundo.

Compartilhe essa postagem com suas amigas.

Com amor,
Patricia

CRÉDITO DAS IMAGENS: Alexander Yakovlev

Colchas de devoção por uma vira-lata espiritual

...
LEIA MAIS

Você está fazendo xixi no mar de mesmice?

...
LEIA MAIS

Você está fazendo xixi no mar de mesmice?

...
LEIA MAIS

Ho’oponopono – O que é?

...
LEIA MAIS

Adicione um comentário

Pin It on Pinterest

Share This

COMPARTILHE

Compartilhe este post com seus amigos!